domingo, 30 de dezembro de 2012

Viagem de Inverno - As Beiras

Nos últimos anos, por esta altura, costumo estar a voltar de uma viagem fora do país. Este ano foi tudo diferente. Como não pude tirar férias no fim do ano, tirei uns dias antes do Natal. E também não fui para fora do país, dei uma volta por alguns locais da Beira Baixa e da Beira Alta chegando à Serra da Estrela. Ainda não tinha partilhado as minhas andanças, primeiro porque "se meteu o Natal" e depois porque fui atacada por uma valente constipação que me deixou de rastos durante uns dias.

O passeio pelo interior de Portugal foi muito bom. Ficámos perto da Covilhã na casa de familiares de uma colega do A. e contámos com a companhia da filha dela, uma miúda de 17 anos absolutamente encantadora. Sempre de sorriso pronto mesmo pela manhã.

O que mais gostei foi conhecer aldeias como Monsanto ou Sortelha onde as casas de pedra dominam a paisagem, a simpatia das pessoas e a comida. A maior desilusão foi não conseguir, pela 2ª vez, ver a Serra da Estrela com neve. Quando vejo as imagens actuais até me custa a acreditar que estive lá há uma semana. Quase que não via a própria Serra porque no dia em que subi à Torre estava um nevoeiro serrado. Felizmente que, no último dia, fomos dar mais uma volta pela Serra. O dia estava lindo lá em cima.
 Adorei o Covão da Àmetade, onde nasce o rio Zêzere, e o Poço do Inferno embora o caminho seja assustador ou melhor dizendo infernal.
 E a descida para Manteigas também tem qualquer coisa de mágico.

Portugal é muito bonito e nós esforçamo-nos tão pouco para o conhecer.

Mais fotos aqui

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Chegou o dia!


Um Santo e Feliz Natal!
Que a pureza do Deus Menino inunde os vossos corações!




Presépio em Unhais da Serra





P.S. - Divirtam-se por mim porque parte do meu Natal será passado a trabalhar (o que, nos dias que correm, até se pode considerar uma benção).

domingo, 16 de dezembro de 2012

As prendas de Natal já começaram a chegar.

Ontem foi noite de jantar de Natal da empresa onde trabalho. E foi bem divertido. As gargalhadas foram mais que muitas. Diz-se que rir durante 15 minutos equivale a gastar 40 calorias o que até convinha tendo em conta que estavamos num jantar. 
Recebi mais um chapéu para a colecção, bem giro, e o último livro do meu escritor português preferido, José Luís Peixoto.
Este ano, o meu espírito natalício tem andado em baixo mas este já foi um bom começo.

sábado, 15 de dezembro de 2012

Morte em NewTown, Connecticut

Ontem e hoje, uma das notícias de todos os blocos noticiosos tem sido mais um massacre numa escola americana, no  Connecticut. Quantos mais serão necessários nos EUA para os americanos, de todos os quadrantes políticos, mudarem a legislação no que diz respeito às armas de fogo?! A quantas mais crianças e jovens será preciso roubar o futuro para acabarem com os supermercados de armas? Quantas mais lágrimas terão que ser choradas? A possibilidade de auto-defesa de cada um justifica a morte de tantos? Se lá houver tantas pessoas perturbadas psicológicamente como há por cá ainda não ficamos por aqui. As armas, nos EUA, lá porque são legais não são menos perigosas do que as armas ilegais que há aqui pela Europa. Legal não é sinónimo de moral.
Americanos, abram os olhos e as consciências.

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

PPC 2012



Mais uma vez decidi participar no Polar Postcrossing do blogue Quadripolaridades. Todos os anos o PPC é um sucesso e já faz parte dos rituais de Natal da Blogosfera. Este ano, a última contagem de participações ia em 1023. A Ursa e o seu Mámen fartaram-se de trabalhar mas espero que se tenham divertido. Eu já cumpri o meu dever e os postais seguiram na 3ª feira. O pior foi explicar à pessoa que me levou os envelopes para o correio porque é que enviava um postal para o Pólo Norte ;).
Agora só espero que os CTT também cumpram o seu dever e entreguem os postais a tempo, antes do Natal. Senão não respondo pelos meus actos!

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Este país não é para velhos

Lar ilegal de Vila Nogueira de Azeitão encerrado de imediato - País - Notícias - RTP

Esta notícia deixou-me estupefacta. Porque será que foi preciso que a TVI fizesse uma reportagem para que este lar fosse encerrado logo no dia seguinte? Se até já tinha sido dado ordem para encerrar! Quantos casos destes haverá por este país?! Quantos idosos haverá nestas condições?! É assustador. 
Infelizmente muitas famílias sujeitam-se a colocar os idosos nestes locais por falta de respostas. 
Também haverá famílias que abandonam os idosos sem atenderem às condições em que os idosos se encontram. Mas acredito que estas famílias serão uma minoria.

imagem retirada daqui 

domingo, 9 de dezembro de 2012

O dinheiro não traz felicidade mas ajuda, mesmo, muito



Nos tempos que vivemos hoje, importa definir quais são as necessidades básicas, aquelas que permitem sustentar a vida do corpo, e as coisas que necessitamos para sustentar a vida do espírito. Para além de alimentar o estômago, é também importante alimentar o cérebro. Ler um bom livro não é menos importante que ter uma cama quente e fofa onde descansar. Mas nem tudo o que se compra é necessário. E, verdade seja dita no meu caso particular, muito daquilo que comprei nos últimos anos, não me fazia, realmente, falta. Nem ao corpo nem ao espírito. Tantas coisas que comprei apenas porque desejei ter, por que achei que só se seria feliz se tivesse aqueles sapatos, aquela mala, mais aquela camisola. Doce ilusão, nada disso me encheu a alma completamente. No entanto, gastei dinheiro em algo que não necessitava mas que me fez muito bem ao espírito, tanto que voltava a repetir como por exemplo viajar, ir ao teatro ou a concertos. Não precisava de nada disso para sobreviver mas precisava disso para crescer como pessoa.

Há muito que a sabedoria popular diz "o dinheiro não traz felicidade". Alguém se lembrou de acrescentar "mas ajuda muito". Quer uma frase que outra tem o seu quê de verdade. Há pobres a quem falta tudo falta mas que sabem encontrar a felicidade e ricos extremamente infelizes, sempre de mal com a vida. E o contrário também é verdadeiro.

O dinheiro compra a comida, permite ter um tecto, pagar a conta do gás, da água, da electricidade mas não consegue comprar aquilo que nos faz realmente falta para sermos felizes, a saúde, o amor ou a paz de espírito, coisas que qualquer pessoa deseja possuir.

Chego à conclusão que, para mim, é muito difícil distrinçar o que necessito mesmo daquilo que desejo ter para me sentir bem mesmo que a minha vida disso não dependa.

Tema de reflexão subordinada ao tema: "Sabemos distinguir entre necessidades (aquilo que dependemos para sobreviver) e desejos (o que gostaríamos de ter)?" para a Fábrica das Letras
 

sábado, 8 de dezembro de 2012

No meu Alentejo

Hoje voltei à vila alentejana onde passei quase todos os verões da minha infância. Desde que perdi a minha avó, vou lá muito poucas vezes. Falta qualquer coisa. Mas hoje fui lá almoçar aproveitando a mostra de pratos de caça que decorre, todos os anos, por esta altura. 
Infelizmente, nunca me dediquei a aprender a cozinhar os pratos que a minha avó fazia mas adoro aquelas comidas alentejanas. Para além de um prato de caça, feijoada de lebre, também comemos sopa de cação e migas de espargos com carne do alguidar. A sopa foi para os pratos antes de tirarmos fotografia mas aqui estão a feijoada e as migas

O dia começou nebulado mas, durante a tarde, o sol brilhou e possibilitou um belo passeio pelas ruas da vila
Um dia em excelente em óptima companhia!

Atrasadíssima

Nunca me lembro de estar tão atrasada com as compras de Natal. Ainda por cima tenho muito pouca vontade e ainda menos tempo e ideias. Sei que tenho que me moderar com os gastos já que os tempos que se avizinham não serão fáceis. E o importante não é dar uma prenda muito cara, é dar a prenda certa. 
Só tenho uma prenda, para a minha mãe e foi porque a comprei com ela.
E o Natal está já ali ao virar da esquina.

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Florence + The Machine, Shake it out


Já não é novidade, até já tinha ouvido falar muitas vezes nos Florence+The Machine mas só agora, graças ao Music Box, é que os descobri. Uma grande voz, sem dúvida.

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

domingo, 2 de dezembro de 2012

Manhãs de domingo

imagem retirada da net


É tão bom preguiçar, ao domingo, pela manhã. Especialmente quando está frio lá fora. A semana devia ter mais manhãs de domingo para nos ajudarem a enfrentar o dia-a-dia.

Também poderá gostar de

Related Posts with Thumbnails