quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Venha 2010!

O meu ano de 2009 terminou da melhor maneira possível com uma viagem. Só há muito pouco tempo é que comecei a viajar e isso é um bichinho que quando se agarra dificilmente se vai embora. Vamos sempre ansiando pela próxima viagem. mas os pormenores da viagem seguem mais tarde. Agora vim aqui para me despedir do ano de 2009 e dar as boas vindas ao novo ano que chega mais logo. 2009 foi um óptimo ano, pisei sítios onde nunca imaginei que poderia ir (que saudades de Central Park), ouvi a minha afilhada dizer "madrinha S. (à maneira dela obviamente) e vejo-a crescer como uma menina encantadora, continuo a amar e a ser amada e a acreditar que a felicidade é possível. Já sei que o ínicio de 2010 vai ser mutio atribulado a todos os níveis, o meu local de trabalho vai sofrer uma reviravolta, há pontas soltas do passado para serem resolvidas enfim mas espero ter força e energia para enfrentar tudo e todos. pelo menos o ano não é de todo uma surpresa. E se houver mesmo surpresas espero que sejam tão maravilhosas quanto eu desejo...
E para todos os meus simpáticos leitores, um óptimo e feliz
2010

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Allö

Um pequeno post, directamente de Berlim. O frio é muito mas os passeios e todas as coisas que tenho visto aquecem a alma. Até breve...

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

O dia seguinte...

Se há coisa que me custe é andarmos numa grande azáfama e ansiedade pelo Natal e depois passa a correr. E já é a manhã do dia de Natal... Eu e o meu amor fizemos de conta que somos crianças e vibrámos com as prendas. Não sei se a expectativa era maior pelas prendas que ele me comprou ou se era para ver a cara dele quando abrisse a minha. O meu amor deu-me um anel maravilhoso da Pandora complementado com um colar e "Os três cantos ao vivo", o dvd de um espectáculo que era para termos ido ver juntos. Conseguiu surpreender-me já que ele implica com as joias da Pandora, que está a começar a tornar-se num vício para mim. Mas o que teve mesmo piada foi ele a abrir a caixa enorme onde eu tinha escondido a prenda dele. Teve que enfrentar esferovite, plástico com bolinhas, papel de seda até chegar à caixa bem mais pequena onde estava o seu novo "brinquedo". Agora podemos blogar em simultâneo.

Agora é dar um jeito à casa, fazer o almoço de Natal que é cá em casa e pensar em fazer a mala porque amanhã partimos para a fria Alemanha. Vamos passar por Munique, Berlim e Frankfurt. Já ouvi dizer que Munique é uma cidade lindíssima. Já estou é a sentir arrepios de frio, as temperaturas por lá tem estado bem negativas.

quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

É Natal!!!


O presépio é o símbolo do Natal, por excelência. A Sagrada Família é a imagem de como deve ser o Natal de cada um, imagem do amor e da união da família. O verdadeiro significado do Natal tem vindo a perder-se ao longo dos tempos mas não nos podemos esquecer do Menino que nasceu de maneira humilde porque todas as portas se fecharam. Que as portas do vosso coração se abram de par em par e espalhem o amor à vossa volta. Um Santo e Feliz Natal na paz e na concórdia para todos os amigos virtuais que têm a simpatia de passar por aqui.

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Desafio "As minhas manias"

A Create, simpática autora do blogue Imaginaaaa... fez-me este desafio já há uns dias:

Cada bloguista participante tem de enunciar 5 manias suas, hábitos muito pessoais que os diferenciem do comum dos mortais. E além de dar ao público conhecimento dessas particularidades, tem de escolher 5 outros bloguistas para entrarem, igualmente, no jogo, não se esquecendo de deixar nos respectivos blogues aviso do recrutamento. Cada participante deve reproduzir este regulamento no seu blogue.

Não tem sido fácil descobrir 5 manias mas vou tentar:

- Nunca guardar a chave do carro(ou o telemóvel ou a chave de casa...) no mesmo sítio e demorar imenso tempo a encontrá-la

- Quando estou sozinha em casa, tenho sempre a televisão ligada mesmo quando não lhe estou a prestar atenção

- Acabar uma conversa ao telefone, despedir-me e quando a pessoa já está a desligar, lembrar-me de dizer qualquer coisa (que a outra pessoa já não ouve, logicamente)

- Não consigo começar, verdadeiramente, o dia sem um café

- Tenho a mania que sou uma excelente pessoa mas é óbvio que também erro e que nem sempre sou a melhor pessoa possível

Lanço o desafio à Almofariza, Miepeee, Blue Eyes, Elite e Saltos Altos Vermelhos

sábado, 19 de dezembro de 2009

BlogGincana do mês de Dezembro


Este mês, a BlogGincana lançou um desafio muito especial. A ideia foi esta: "Teceremos contos, textos ou poemas em conjunto, como uma grande colcha de retalhos. Neste caso, o blog inscrito deverá escrever até 5 frases e passar a bola adiante, para o blog seguinte da lista de inscrição, aumentando assim o conto. Coisa rápida de se cumprir, interativa, interessante e criativa."

Quando todos tiverem cumprido as tarefas, a história completa será publicado num novo blog, o Blogstórias, que só nessa altura ficará disponível.

A mim calhou-me a continuação da Colcha de Retalhos

... resolveu esperar. Não queria assustar o Sr. Armando. Ele iria, de certeza, ficar tão admirado como ele. Ou será que o Sr. Armando sempre soubera de tudo?! De repente ouviu um grito lancinante. A princípio não se apercebeu do que era nem de onde vinha. E o grito repetiu-se ainda mais pungente... Flávio teve a certeza que o grito vinha da casa ao lado. Aflito, correu para lá, encontrou a porta aberta e entrou. A primeira coisa que viu foi um espelho estilhaçado. Descobriu o vizinho caído no chão, coberto de pedaços do espelho e a esvair-se em sangue. Quando Flávio chegou junto do Sr. Armando, este reconheceu-o e gemendo disse:

- Flávio, vai-te daqui, deixa aquela casa. Já não te consigo proteger...

- Sr. Armando, o que se passa? Proteger de quê? Eu já sei...

E agora a história continua em La Maison d' Ávila

Divirtam-se...

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Àgora, o Mundo mudou para sempre.

A intolerância religiosa conduziu, ao longo dos tempos, às maiores barbaridades. Este filme retrata um desses momentos negros da História do Cristianismo, a destruição da Biblioteca de Alexandria e o assassínio da Filósofa e Astrónoma Hipátia. Mesmo no ínicio do Cristianismo, os homens esqueciam com facilidade a mensagem de Cristo "Amai-vos uns ao outros como Eu vos amei" e perseguiam todos aqueles que pensavam de maneira diferente. Um filme que faz pensar...

domingo, 13 de dezembro de 2009

A minha bela imagem das sandálias prateadas desapareceu e agora retirei esta da internet, espero que não tenha incomodado ninguém e continue por aqui.


Adenda

Consegui recuperar os "antigos" stilettos e ainda bem! Obrigada, amor!

Momentos

O fim de semana passa tão depressa, principalmente quando nos sentimos bem. Ontem foi um dia cheio. Manhã dedicada a comprar brinquedos para as crianças, tarefa árdua mas vim muito satisfeita com as prendas escolhidas. Durante a tarde fiz uma mousse de chocolate para levar a casa de uns amigos onde fui jantar. Um serão com conversa agradável e um óptimo caril de gambas, com um sabor verdadeiramente indiano. E assim o domingo chegou rapidamente. A manhã também foi de compras mas a tarde foi de completo relax. Leitura compulsiva (um policial que não consigo largar) numa esplanada banhada pelo sol e bem quentinha e um passeio pelo pinhal colhendo musgo para completar o presépio. Com direito a ser surpreendida por uma raposa. E agora aqui estou eu a ouvir o crepitar da lenha ali na lareira. E com estas pequenas coisas é claro que "é possível ser feliz". São os pequenos gestos e os breves momentos, que parecem insignificantes, que me fazem sentir muito feliz.

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Ando a trair...

o blogue com o Facebook. Já me tinham avisado que isto podia acontecer mas é mais forte do que eu. Uma completa dependência... mais uns tempos e ainda tenho que fazer uma cura de desintoxicação.

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Finalmente...

o Natal chegou cá a casa. Aqui está o meu presépio na sua versão 2009. As imagens são sempre as mesmas mas a produção muda todos os anos. Agora só falta começar a comprar as prendas a sério.

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Hoje começa-se a jogar o futuro da Terra

Hoje inicia-se, em Copenhaga, a cimeira das alterações climáticas. Nesta cimeira pretende-se chegar a um acordo que, futuramente, substitua o Protocolo de Quioto. As assinaturas necessárias para o Protocolo de Quioto entrar em vigor iniciaram-se em Dezembro de 1997 mas o processo só terminou em 2004 e foi em Fevereiro do ano seguinte que em entrou em vigor e termina em 2012. Se ainda tanto falta para se cumprir completamente o Protocolo de Quioto, será que desta nova cimeira virá mesmo alguma mudança? Será ainda possível travar as alterações climáticas, que sentimos todos os dias, reduzindo o aquecimento global? Tenho muitas dúvidas que os países que produzem maior quantidade de emissões dos gases com efeito de estufa estejam mesmo disposto em investir no melhoramento das suas indústrias. o tempo é de crise e as verdadeiras alterações neste aspecto necessitam de um grande investimento. Para além dos lideres dos países participantes, é preciso consciencializar cada indivíduo a fazer a sua parte. Essa consciencialização começa nas faixas etárias mais jovens com bons resultados. Muitas vezes são os filhos que ensinam os pais a melhorar o ambiente. Vamos aguardar...

domingo, 6 de dezembro de 2009

Os cheiros do Outono

Esta altura do ano enche o ar de deliciosos aromas. Adoro aquele cheiro da lenha a queimar na lareira, das castanhas assadas, dos marmelos cozidos com um pauzinho de canela. E o cheiro da terra molhada, depois de uma chuvada... O chocolate quente ou o chá que se bebe ao fim da tarde. Nas pastelarias começam a aparecer os doces de Natal com aquele cheirinho inconfundível a açucar com canela. E não são só os cheiros que eu adoro no Outono, são as cores... As cores inimitáveis das folhas que caem e as luzes que brilham a lembrar a chegada do Natal, a noite que cai mais cedo e que dá vontade de nos enroscarmos num sofá com uma manta e um livro (ou um computador). E é tão fácil sentir-me tranquila e ...feliz.

sábado, 5 de dezembro de 2009

Faltam 20 dias...


Já estou a ver que o meu Natal vai ser muito complicado, este ano. Ainda só comprei 3 prendas, estou sem ideias e a organização da festa também tem sido bem atribulada. Quando se constroi uma relação amorosa, e se assume um compromisso, vamo-nos apercebendo que este compromisso engloba mais pessoas. Para além das duas pessoas que se apaixonaram vai aparecendo família de um lado... família do outro e, às vezes, é tudo tão difícil de gerir. Mas com amor e tolerância pelas diferenças de feitio, e de opinião, tudo se ultrapassa. Para que o Natal possa ser, verdadeiramente, uma época de amor e paz...
P.S. - Ai, que ainda não fiz a árvore de Natal...

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Desligar...


Alguém sabe como se desliga o cérebro? Há dias que me dava um jeitão ter um interruptor e desligar os pensamentos!!!

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Dia da restauração


Se não fosse por um punhado de portugueses corajosos, hoje não seria feriado e estaríamos todos "hablando" castelhano. Em 1640, os portugueses não quiseram mais ser oprimidos pelos espanhois e restauraram a sua completa independência colocando no trono, D. João IV, que era Duque de Bragança. E assim continuamos a ser um país independente...


Mas se formos ao supermercado, a fruta e os legumes são espanhois. Nos centros comerciais, a roupa e os sapatos são espanhois. As multinacionais abrem sucursais ibéricas, têm o mesmo director para a península ibérica. Estamos quase a construir a linha de comboio de alta velocidade para chegar mais depressa...e aonde? A Espanha... Quer-me parecer que somos mais espanhois hoje do que a 30 de Novembro de 1640.

domingo, 29 de novembro de 2009

Assim... nebulada

Nos últimos dias, tenho andado um bocadinho como o tempo... muito nebulada.

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Bloggincana - Mês de Novembro.

Este mês deixei-me atrasar no desempenho da tarefa proposta pela BlogGincana. Os criadores desta ideia propuseram escolher até três blogs que considere bons e que não se tenham inscrito em nenhuma das BlogGincanas anteriores, destaque os temas tratados e ilustre sua postagem/tarefa com pelo menos uma imagem de cada um deles. Ora logo se percebe que a tarefa não é fácil. Por isso mãos à obra...




O título deste blog é delicioso e foi pelo título que me deixei cativar. Já visito este blog deste Março de 2008 se não me falha a memória. O seu autor publica um post todos os dias, religiosamente. Não há um tema único. Umas vezes fala das suas peripécias no surf ou dos passeios e viagens que faz e dos filmes que vê. Outras vezes fala dos acontecimentos futebolísticos e políticos, das notícias que surgem na comunicação, enfim, da actualidade. Nota-se que é uma pessoa informada e que se preocupa em seleccionar, sobre determinado assunto, só aquilo que é essencial o que nos abre o apetite para irmos à procura de mais informação. Assim vai dando espuma aos dias que passam...




Este blog descobri muito recentemente. Mais um título delicioso... A sua autora vive nos Açores, ou melhor, nas Ilhas de Bruma como ela chama ao Arquipélago. Em comum, temos a idade e a profissão logo aí fui-me habituando a dar uma espreitadela aos seus post. Almofariza da vida, da filha, da cara-metade, da família, do trabalho, do ginásio e mostra as imagens maravilhosas da sua ilha. E tem uma maneira muito própria de contar as histórias da sua vida já que muitas vezes dou por mim a sorrir (ou mesmo a rir) com as suas peripécias. E fico com imensas saudades dos poucos dias que passei nas Ilhas de Bruma e com imensa vontade de voltar lá...



A autora chama-se Vanity, como não podia deixar de ser. Este é um blog para falar de vaidades, da essência de ser mulher, de amores e paixões, de amizade, das pessoas que se vão cruzando no seu caminho. A maior parte dos post são positivos, sorridentes, puxam-nos para cima. No entanto há dias em que a Vanity também nos fala de coisas mais tristes e nos alerta para o cuidado que devemos ter com a saúde para termos oportunidade de aprecir as coisas boas da vida de que a Vanity gosta tanto de falar. A Vanity faz ver a todos os seus leitores que não é defeito ser vaidosa, é sim uma qualidade da natureza feminina. Porque é bom e maravilhoso ser Mulher...
Não deixem de os visitar...

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Ontem ofereceram-me a lua

Ontem, tive a oportunidade de ver a lua como nunca a tinha visto, através de um telescópio. A imagem era, mais ou menos, como esta que encontrei na internet. Assim metade da lua escondida, como que envergonhada por ter uns quantos pares de olhos a observá-la. E ali estava ela, ali tão perto que quase lhe podia tocar com a mão. Foi uma sensação espectacular! para além da lua também se conseguiu ver Jupiter com 3 luas em alinhamento, um ponto de luz maior com mais 3 pontinhos. Também andámos à procura das estrelas e suas constelações mas estavamos numa cidade- E na cidade, com a ânsia de iluminarmos todos os cantos, "matamos" as estrelas. Uma das coisas que mais gosto no campo, ou numa aldeia ainda pouco iluminada, é olhar para o céu estrelado. Um fim de dia diferente e uma lição de astronomia. Adorei...



terça-feira, 24 de novembro de 2009

Crimes passionais


Uma das notícias da TSF diz respeito à diminuição do número de mulheres que foram mortas pelos seus companheiros (actuais ou antigos) em relação ao ano de 2008. No entanto já foram assassinadas 25 mulheres até ao mês de Novembro e nesta última semana já houve mais 5 casos. A UMAR (União de Mulheres e Resposta) afirma que estes números correspondem a metade dos observados no ano anterior mas as vítimas são cada vez mais jovens, a maioria tinha menos de 35 anos. Nunca percebi o que leva alguém a tirar a vida seja a quem for e ainda mais tirar a vida a alguém que já se amou. Quanto a mim se o amor, quando acaba, leva a um assassínio nunca foi amor, talvez uma obsessão, um sentimento de posse (se não és minha não és de mais ninguém) mas amor é que não é. O assassínio é a etapa final de um processo de violência doméstica que começa, talvez com uma bofetada, mas que vai sempre aumentando. As mulheres vão ficando, vão perdoando, vão retirando as queixas e assim, às vezes, quando se tentam libertar destas situações, assinam a sentença de morte. É inadmissível que hoje, século XXI, continue a haver violência doméstica e continue a não haver respeito pelas as mulheres. Não há razão para se continuar a viver uma relação violenta, a maioria das mulheres são, financeiramente, independentes e os homens, quando começam a ser violentos, não vão mudar, a tendência é sempre piorar. Já há organizações que ajudam mulheres nestas situações, é uma questão de procurar ajuda. E recorrer à justiça para não acabar num caixão.


O jornal Público também aborda este assunto de modo mais alargado. A violência doméstica, de acordo com a lei actual, é um crime público, qualquer pessoa que detecte uma situação destas pode apresentar queixa e a polícia já pode detectar sem ser em flagrante delito. Logo já não se pode dizer "entre marido e mulher não se mete a colher". A violência doméstica diz respeito a todos.

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Férias...

... para arrumar gavetas, armários e por aí fora. É verdade, tirei uns dias para arrumações mas até agora não fiz grande coisa de útil. Esta manhã, em vez de estar a dormir para descansar do domingo de trabalho, estive a ler e a brincar de "agricultora" no farmville. Agora de tarde saí para umas compras no supermercado e um passeio à beira rio (muito bem acompanhada). Para além de pôr a máquina a lavar não fiz mais nadinha, nadinha. O problema é que não tenho vontade nenhuma. O que me apetece mesmo é apreciar o meu sofá...

Facebook e Farmville

Aqui há tempos abri uma conta no Facebook só para ver como era. Durante uns tempos não liguei nenhuma mas ontem publiquei uma foto e andei a viajar por lá. Comecei uma modesta horta em Farmville, encontrei alguns conhecidos e por lá ando... O problema é que ainda não percebi como é que funciona mas sou muito esforçada lolol. A quinta é que é uma desgraça, bem me parecia que não tinha jeito nenhuma para a agricultura mesmo quando é virtual.

sábado, 21 de novembro de 2009

Irritação ocular

A última coisa que eu devia estar a fazer, esta tarde, era olhar para o computador. Os meus olhos andam irritados há dois dias o que me obriga a andar de óculos. E se eu detesto andar de óculos...

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Um dia em grande


Hoje foi um dia diferente... Como o meu amor não ia trabalhar hoje, aproveitei e tirei um dia de férias. De manhã aproveitei para ir utilizar o meu voucher para o spa de que já tinha falado aqui. De todas as hipóteses possíveis, optei por ir a uma spa relativamente perto da casa dele e escolhi uma massagem de relaxamento de corpo inteiro. Nunca tinha ido a um spa nem nunca tinha feito uma massagem. Sem dúvida que é uma experiência a repetir. O ambiente era acolhedor e tranquilo. A música suave, as velas, a luz difusa, os óleos e as mãos habilidosas da massagista a mimarem-me. Nunca uma hora passou tão depressa. E o meu corpo estava mesmo a precisar. A mente foi voando, voando... A vida stressante que levo precisava mesmo desta paragem. Nunca estou uma hora sem fazer nada (só a dormir) ou estou a trabalhar, ou estou a ler ou fazer qualquer coisa menos estar quieta, parada, relaxada...


Para não desperdiçar estas sensações fomos passear para a zona da Arrábida. Estivemos um bocadinho na praia. A temperatura estava amena, sentia no rosto uma brisa leve que vinha do mar e numa árvore próxima os pássaros cantavam. Outro óptimo momento do dia...


O almoço foi numa esplanada junto à foz do Sado, uma cataplana de tamboril. Ao fim da tarde consegui, finalmente, ir ver o filme do momento, 2012. Um filme muito fantasioso com efeitos especiais fabulosos mas até gostei. Cada vez estou mais convencida que um dia o mundo vai mesmo acabar e é a humanidade que vai acabar com ele...

terça-feira, 17 de novembro de 2009

domingo, 15 de novembro de 2009

Domingo de chuva...

Hoje a tarde não convidava a passeios na praia. Daí resolvemos ir ao cinema. O filme do momento não podia ser outro, 2012. E lá fomos nós rumo ao centro comercial mais próximo... Como seria de esperar, parque de estacionamento estava quase cheio. Saímos do carro directamente para a bilheteira e percebemos que tinha sido "uma viagem à Senhora da Asneira"... sala a 98% logo não havia 2 lugares para a sessão da tarde. Sendo assim, e como não nos apetecia esperar uma série de horas para a sessão da noite, desistimos. O filme ficou para outro dia. Para não perdermos de todo a tarde, demos uma volta pelas lojas. Realmente, centros comerciais ao fim de semana é para esquecer, ainda mais a menos de 2 meses do Natal... corredores cheios, crianças impacientes, até já lá estava o Pai Natal para tirar fotos e uma pista de gelo para as acrobacias dos mais pequenos.

É possível sonhar...

Quando temos uma ferida na pele é, na maior parte dos casos, fácil de tratar. Podemos limpar com soro, desinfectar com clorhexidina ou iodopovidona, pôr uma pomada com dexpantenol ou ácido fusídico, proteger com pensos e, em feridas mais complicadas, tomar um anti inflamatório e um antibiótico. E as feridas físicas lá se vão resolvendo... As feridas da alma são muito mais complexas, lavam-se com lágrimas e é difícil encontrar um cicatrizante eficaz. Também vamos arranjando uns pensos para as protegermos mas, regra geral, nunca fecham completamente. Há cerca de 4 anos as circunstâncias da vida provocaram-me uma ferida assim, profunda e que doeu muito e durante muito tempo. E eu fui aprendendo a viver com ela. Noutro momento terrível (o divórcio) até consegui ver o lado positivo dessa ferida. Ao longo dos anos fui-me convencendo que, mesmo com feridas, é possível ser feliz mesmo quando não conseguimos realizar tudo aquilo que fomos sonhando ao longo dos anos. Agora a vida pregou-me nova partida e vou ter que tirar as sucessivas compressas com que fui abafando aquela ferida. A partir de amanhã vou voltar a abrir um capítulo que pensava encerrado. E vou enfrentar tudo o que vier com cara alegre, espírito positivo, com a minha força e com a força do amor que me acompanha, acreditando que é possível... continuar a sonhar...

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Formação contínua

Todos os profissionais têm o dever de se manterem actualizados, ainda mais se, como eu, trabalham na área da Saúde. Não se pode pensar, quando se acaba o curso, "pronto, já sei tudo, não preciso de aprender mais nada". Quem tira esta conclusão está redondamente enganado e nunca será um profissional competente. No caso das ciências da saúde é primordial mantermo-nos actualizados porque a evolução é constante e porque as pessoas estão cada vez mais bem informadas e solicitam conselhos cada vez mais especializados. Até aqui tudo muito bem mas, se calhar, estas últimas semanas tenho exagerado nas acções de formação. Com a acção a que assisti esta noite já são duas esta semana, mais 2 no mês de Outubro e já tenho mais uma agendada para o final do mês. Eu estou sempre pronta para aprender mais, recordar e consolidar conhecimentos sempre com a intenção de desempenhar o melhor possível as minhas funções. Não consigo compreender as pessoas que se acomodam ao seu conforto, àquilo que sabiam e que era certo há 10, 20 ou 30 anos atrás. O mundo evolui tão depressa que temos que correr muito para o acompanhar. Não deveria ser necess+ario arranjar estratégias para obrigar as pessoas a manterem-se actualizadas, cada um deveria sentir esse desejo dentro de si e pensar que os nosso conhecimentos nunca são excessivos... é sempre possível saber mais para trabalharmos melhor...



(imagem retirada da internet)

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Férias de Inverno

Esta noite tenho feito algumas pesquisas para preparar as mini-férias de Inverno. Tem sido difícil chegar a um consenso como o meu companheiro de viagem (e da vida). Eu quero ir a Barcelona e ele quer ir a Berlim. Também já pensei em Viena, na Aústria. Para Berlim há uma grande desvantagem, não há voos directos logo são imensas horas de viagem. Já pensámos visitar a cidade alemã em que fizessemos escala, Frankfurt ou Munique, passar lá uma noite e seguir depois para Berlim. Barcelona tem a grande vantagem de ser muito mais perto. Eu adoro viajar mas quanto menos tempo estiver num avião... melhor. Todas as estas cidades devem ser interessantes logo torna-se ainda mais difícil optar.

(imagens retiradas da internet)

domingo, 8 de novembro de 2009

Dois aninhos


A minha linda afilhada M. fez, hoje, 2 anos mas eu é que recebi um presente. Ela disse "Madrinha S." à sua maneira, é verdade, mas disse e percebeu-se muito bem. E este foi um dos momentos mais emocionantes do dia. Isso e os seus maravilhosos sorrisos... A M. está a tornar-se uma menina encantadora excepto quando não lhe fazem a vontade. Nessas alturas torna-se numa pequena "fera". Parece-me que ela vai ser uma mulher cheia de personalidade...


Parabéns, minha princesa

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Mãe que chora...


Quando se trabalha na área da Saúde, temos que ir aprendendo a lidar com o sofrimento humano. Não sei como é que os médicos e enfermeiros conseguem enfrentar as situações mais dramáticas...

Uma das nossas utentes habituais está a passar um momento muito difícil. A única filha, de 50 anos, está gravemente doente em risco de ficar num estado vegetativo. Esta situação foge à ordem natural da vida. Os filhos é que costumam ver os pais adoeceram e não o contrário. Todas as vezes que a senhora vai à farmácia não consegue travar as lágrimas. E eu, que até nem simpatizava particularmente com a senhora, dou por mim com as lágrimas nos olhos. Também sou filha única e nem quero imaginar a minha mãe a passar por isto. Não tenho medo do meu próprio sofrimento nem da minha morte mas tenho pavor ao pensar que a minha mãe possa sofrer por mim. E, ainda gostava de aprender, a encontrar as palavras certas para confortar os meus utentes em sofrimento...

E...

... já vai cheirando a Inverno! A noite passada, quando regressava a casa, senti frio. Quase que não me lembrava como era a sensação!

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

O tempo corre...

Daqui a pouco menos que dois meses já este ano está a acabar. O tempo passa mesmo a correr... Há dias em que me parece que não vou ter tempo para fazer tudo o que ainda queria fazer. Há tantos livros para ler, tantas músicas para ouvir, tantas obras de arte para apreciar e tantos países para visitar. E o tempo não pára... Um dia acaba e o outro começa logo rapidamente, deixo-me dormir e já estou a acordar. Ainda o sábado começa e já é domingo à noite... e daqui a pouco já estou velha...

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Obituário de uma relação

Já li sobre este assunto em 2 revistas diferentes. Primeiro foi na "Happy" mas desta vez foi numa publicação bem diferente, a "Sábado". Uma jornalista norte-americana, depois de sofrer um desgosto amoroso, teve a ideia de criar um "cemitério" virtual para as relações falhadas. O site existe há cerca de um ano e meio e já têm mais de 15 mil mensagens não só em inglês mas também noutras línguas incluindo em português. A ideia é escrever a história da relação falhada, falar dos ex e do que é que correu mal, enfim, é uma maneira de tentar aliviar a dor e ultrapassar essa relação falhada. Com este sucesso, a jornalista até já publicou um livro. A ideia é muito interessante. Qaundo precisei de "enterrar" uma relação falhada também ajudou falar sobre algumas coisas aqui no blogue. Alguns psicólogos dizem que uma relação que acaba, a dor é equivalente à dor de perder um ente querido. Isso significa que é necessário fazer o luto para seguir em frente. A quem precisar de escrever o obituário de uma relação (eu agora já não preciso, felizmente) pode fazer uma visita aqui.

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Rosa, minha irmã Rosa


Hoje, a caminho de casa, fui ouvindo (com alguma dificuldade porque me roubaram a antena do carro) a Alice Vieira a conversar com Carlos Vaz Marques. O programa chama-se Pessoal e Transmíssivel e é, realmente, mais uma conversa do que uma entrevista. O Carlos Vaz marques faz as perguntas de uma maneira que mais parece uma conversa de amigos. Já ouvi vários programas e às vezes nem nunca ouvi falar das pessoas mas as conversas são, quase, sempre fascinantes. Mas hoje ouvi com mais atenção porque, quando era miúda, adorava ler os livros da Alice Vieira. O seu primeiro livro "Rosa, minha irmã Rosa" foi uma das minhas primeiras leituras. E ela falou com tanta emoção dos livros que leu na infância e na adolescência que me deu vontade de ir descobri-los. Tal como ela falou dos livros que a transformaram e a ajudaram a crescer, também eu cresci com as histórias que ela contava. Achei piada quando ela disse que já muitas vezes vaticinaram o fim do livro (aparecimento da bicicleta, do cinema, da televisão, da internet e todos os novos equipamentos mas o livro aguentou forte e aí está continuando a fazer sonhar quem se dá ao trabalho de virar as suas páginas.
(Imagem retirada da internet. Parece-me que era esta a capa na altura que li este livro)

Amália Hoje - Nome de Rua

Quando estou a conduzir, esta é uma das músicas que me acompanham. O pior é que costumo vir a cantá-la... começo logo o dia muito mais bem disposta.

domingo, 25 de outubro de 2009

Horário de Inverno


Esta mania de haver um horário de Verão e outro de Inverno sempre me fez uma grande confusão. Para já não se respeita a hora solar o que faria muito mais sentido mesmo a nível fisiológico já que o nosso organismo funciona através de um ritmo circadiano. Depois é uma chatice escurecer tão cedo. Nos primeiros dias sinto-me um bocadinho desnorteada.

sábado, 24 de outubro de 2009

Desafio "Quem é a Stiletto" (adenda)

No post anterior, esqueci-me de uma característica importantíssima:

- Desastrada assumida - passo o dia a rir com os disparates que faço, tropeço nas coisas, deixo cair, saltam-me coisas das mãos... há dias que pareço um elefante numa loja de porcelana!

Obrigada, Create, pela lembrança!

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Desafio "Quem é a Stiletto"

A Create do blogue Imaginaaaa..., que é uma querida, imaginou na sua cabecinha, que era boa ideia desafiar-me. O desafio consiste em descrever-me através de 8 características. Vamos lá ver se consigo...
Simpática - gosto de enfrentar o dia com um sorriso, cumprimentar as pessoas com quem me cruzo e acolher bem os meus utentes. Esforço-me por ser estar bem disposta mesmo quando algo não corre bem porque os outros não têm culpa se a vida não nos corre às mil maravilhas
Tolerante - Os acontecimentos da vida foram-me ensinando a aceitar os outros apesar dos possíveis defeitos e das diferenças de opinião porque ninguém é perfeito. Ser paciente e tolerante é muito importante principalmente no meu trabalho.
Carinhosa - Com o meu amor, a minha família, os amigos, as crianças, os idosos... cabem todos no meu coração.
Vaidosa - Sapatos, malas, acessórios, casacos, calças... é sempre possível caber mais qualquer coisa no armário. As compras são um vício.
Distraída - Grande parte do meu tempo é passado à procura de qualquer coisa, mesmo que faça 10 vezes o mesmo trajecto ainda me consigo perder, esqueço-me facilmente do que ia fazer, bom, as minhas colegas de trabalho passam o tempo a abanar a cabeça e a dizerem: "- Oh, S." e, felizmente, ajudam-me muito a não provocar uma tragédia :)
Indecisa - Se houver dois caminhos nunca sei bem qual escolher, levo muito tempo a tomar uma decisão, se tiver que escolher entre dois objectos é um drama: levo este, não... levo o outro...não, não vou levar o primeiro. Às vezes é esgotante.
Preguiçosa - Há dias em que só me apetece ficar esticada no meu sofá ou na minha cadeira na praia a ler um belo livro e quietinha, quietinha... sem mexer um músculo.
e como não podia deixar de ser... Saber sentir-me feliz, como se pode perceber pelo nome que escolhi para este espaço. Para sermos felizes não é preciso que a nossa vida seja um conto de fadas, é, isso sim, perceber que, seja qual for a situação, há um lado positivo e uma maneira de saber ser feliz, seja só ou bem acompanhada, com dinheiro ou falida, saudável ou com alguma maleita mais ou menos grave. É uma escolha entre ser feliz ou ser amargurada. Eu escolhi e afirmo "é possível ser feliz..."

Agora desafio a Almofariza, a Blue Eyes, a Saltos Altos Vermelhos, Fátima Cristina e quem mais por aqui passar...

terça-feira, 20 de outubro de 2009

E a chuva chegou...

Eu pedi tanto que o São Pedro fez-me a vontade, o Outono chegou. Escusava era de ter mandado um dilúvio a anunciar... hoje comecei o dia com dois duches, um em casa e outro a caminho do emprego. As calças ficaram completamente encharcadas até ao joelho e os sapatos estão molhados até agora.

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

"Diz não a uma seringa em segunda"

Em 1993, a Comissão Nacional de Luta contra a SIDA era presidida pela Dra Odete Ferreira, brilhante farmacêutica e investigadora. Nesse ano, esta Comissão desafiou a Associação Nacional de Farmácias e as farfmácias suas associadas a um maior envolvimento na luta contra a SIDA. O desafio resultou no Programa "Diz não a uma seringa em segunda" que consistia na recolha, nas farmácias, das seringas usadas levando os toxicodependentes um kit contendo, na altura, 1 seringa, 1 preservativo e toalhetes desinfectantes. O objectivo era prevenir a transmissão endovenosa e sexual do VIH na população toxicodependente, evitando a partilha de seringas e o sexo sem protecção, bem como a defesa da saúde pública evitando o abandono de seringas usadas. Ao longo do tempo foram também criados postos móveis de troca de seringas bem como a troca em organizações não governamentais que trabalham na área. Entre Outubro de 1993 e Dezembro de 2004 foram recolhidas cerca de 32.846.581 seringas usadas sendo esta, provavelmente, uma das maiores acções de saúde pública do país e foi um programa pioneiro na Europa.
Hoje em dia, o kit traz 2 seringas, 2 toalhetes embebidos em álcool a 70º, um preservativo, uma ampola de água bidestilada, um filtro, duas caricas, duas carteiras de ácido cítrico e um saco com informação, enfim a constituição do kit foi sendo aumentada mas o procedimento continua a ser o mesmo, o toxicodependente entrega 2 seringas usadas e recebe um kit. Infelizmente, tudo o que é gratuito começa a ser desvalorizado, ou por outra, os toxicodependentes, que são tão doentes como os diabéticos ou os hipertensos, consideram que a troca de seringas constitui apenas um direito sem deveres. Cada vez mais se geram situações tensas, ou querem comprar, ou querem um kit sem levarem seringas usadas ou pior ainda compram 2 seringas novas e colocam-nas no contentor para lhes ser dado um kit. Eu, que sempre me esforcei para ser tolerante, começo a ficar farta destas situações. Sempre achei que este era um excelente programa de saúde pública com benefícios para todos e não só para alguns. Canso-me a explicar-lhes como é que o programa funciona mas não adianta que eles não ouvem nada nem ninguém. E estas situações são cada vez mais frequentes desde que os kits passaram a incluir ácido cítrico e as caricas uma vez que eles dizem, frequentemente, que precisam do material que vem lá dentro. A meu ver, desvirtuou-se a génese do programa, os toxicodependentes cada vez se preocupam menos em levar as seringas usadas. Quantas vezes tenho vontade de recusar dar o kit mas cedo para me defender e defender a segurança dos outro utentes. E a tolerância que tinha quando comecei a trabalhar é cada vez menor...


O texto é longo mas há dias em que este assunto me tira do sério.

(imagem retirada da internet)

domingo, 18 de outubro de 2009

Boa Baltazar!


A BlogGincana voltou. Desta vez a tarefa é visitar o blogue inscrito imediatamente antes do nosso e, baseada nesse blogue, responder a algumas perguntas. A mim calhou-me na sorte o blogue Boa Baltazar!. A autora é Fátima Cristina, brasileira, trabalha e vive na Áustria, mãe de dois filhos e, a julgar pelas fotos, de sorriso pronto e bem disposta como boa brasileira. Ora voltando à tarefa é suposto ler os últimos 3 posts (e eu fui lendo também alguns dos mais antigos), escolher um e apartir daí responder a estas perguntas:
-Porque escolheu este?
Eu escolhi Brincando num mundo de blogs. Este post é a resposta da Fátima à primeira tarefa da BlogGincana. A maneira como ela respondeu é muito divertida e original. Para além de escolher e comentar três blogues como era pedido na tarefa, a Fátima pegou nos nomes dos blogues inscritos e concebeu com eles um texto fantástico, onde todas as frases fazem sentido. Adorei...
- O tema é do seu agrado? Porquê?
Sendo o tema a blogosfera e as relações que se podem estabelecer na blogosfera, só podia ser do meu agrado já que sou uma viciada na blogosfera e não passa um dia em que que não passe os olhos pelos blogues mesmo quando não tenho tempo para comentar.
- Já frequentava esse blog? (Caso negativo, qual foi a sua impressão)
Já tinha passado por lá há pouco tempo na sequência da BlogGincana e depois de ter sido visitada pela sua autora. Gostei muito da introdução ao blogue e da imagem que faz acordar memórias da infância.
- A imagem utilizada neste post foi "roubada" do blogue Boa Baltazar!
- Faça uma descrição do blog. Comente todos os aspectos (positiva ou negativamente) que te chamaram a atenção
Depois de ler quase todos os posts deste blog, posso dizer que a Fátima Cristina coloca no seu blogue acontecimentos do seu dia-a-dia, de acontecimentos actuais, da sua vida familiar, dos seus amigos bem como resgata algumas memórias do passado como ela própria diz na introdução. Dessas memórias fazem parte a família que vive no Brasil (gostei muito dos posts em que fala da sua mãe emancipada) e dos amigos que foram passando pela sua vida. O único aspecto "negativo" é alguns dos seus posts são um bocadinho longos e o meu tempo é sempre tão curto mas a verdade é que são tão deliciosos que temos que ler até ao fim (como quando conta as peripécias que lhe aconteceram por não dominar bem o alemão) Um blogue que toca o coração de alguém que parece estar de bem com a vida. A visitar...

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Faz doer...




No meu dia a dia, relaciono-me com muitos idosos. Esta faixa etária é aquela que vai mais à farmácia, naturalmente. E custa-me muito quando me apercebo da solidão a que muitos idosos estão sujeitos por não terem família ou por a família não os acompanhar devidamente. E isso dá que pensar... e, para piorar as coisas, alguns serviços de saúde ainda complicam mais a vida a estes doentes tão especiais. Ainda hoje lá esteve uma senhora que não tem família, tem muitos problemas de saúde e já vai algumas três vezes ao centro de saúde para a médica lhe passar as receitas dos medicamentos que ela precisa e não há maneira de a situação ser resolvida correctamente. Ou faltam medicamentos ou passa-lhe medicamentos aos quais a senhora é alérgica... Bom, cada vez que a senhora volta à farmácia é um drama e nós não conseguimos resolver a situação. Às vezes acho que há profissionais de saúde que deveriam desempenhar outras funções porque para se trabalhar na saúde é preciso gostar de pessoas... e ter muita paciência.

terça-feira, 13 de outubro de 2009

Post 300

Já consegui arranjar 300 coisas diferentes para dizer... E tanto coisa mudou desde a primeira mensagem publicada aqui. Este blog começou por ser o local para exorcizar os fantasmas de uma relação que acabou mal e foi-se tornando num espaço para comentar o que me vai acontecendo ou que vou observando no dia a dia. Continuo a acreditar que é possível encontrar uma maneira de nos sentirmos felizes sejam quais forem as circunstâncias da vida em que nos encontremos. Através da blogosfera fui descobrindo outras pessoas, outras maneiras de pensar e de ver a vida e isso tornou-me uma pessoa mais rica. Não consigo escrever tantas vezes quanto gostaria porque para partilhar é preciso ir vivendo em, por vezes, o tempo é limitado. E que venham mais 300 post...

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

sábado, 10 de outubro de 2009

Lavores e ponto cruz

Há uns anos atrás, enquanto esperava pelo estágio, era viciada em ponto cruz. Depois de começar a trabalhar ainda fui fazendo mas a um ritmo mais lento. Aqui há tempos dei com esta toalha inacabada num armário. Hoje, depois de visitar uma feira de artesanato, deu-me vontade de voltar a pegar nela e acabá-la. Esta é uma excelente actividade para o Inverno, especialmente se estiver muito frio e chuva e que não haja vontade de sair de casa. Só resta saber se a chegarei a terminar...

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Anúncio TMN

É má vontade minha ou o novo anúncio da TMN (aquele em que misturam os rostos de duas personalidades públicas) é um bocadinho parvo?

p.s. - lamento não poder exemplificar mas, de certeza, que já todos viram por aí na televisão, numa revista ou num outdoor...

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Duas efemérides para um só dia...


Hoje comemora-se a Implantação da República em 1910, há 99 anos. Coincidência ou não, o dia 5 de Outubro já estava ligado à História de Portugal. Em 5 de Outubro de 1143, Afonso Henriques e Afonso VII de Leão e Castela assinaram o Tratado de Zamora a partir do qual Portugal se tornou um reino independente. Será que os republicanos escolheram esta data ao acaso ou propositadamente? Ou será uma "feliz" coincidência?

sábado, 3 de outubro de 2009

Actualização do Código da Estrada

Costa de Caparica



Via exclusiva a bicicletas e surfistas de todas as idades acompanhados das respectivas pranchas.

Um sinal que já fazia falta em algumas zonas do país ;)

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Que calor...


Eu nasci num dos meses mais quentes do ano logo adoro o Verão. No entanto, parece-me que já ia sendo tempo de este calor acabar e dar lugar a um Outono mais fresco. Tenho saudades das minhas botas, dos meus vestidos de lã, dos casacos compridos e para além disso já investi nuns modelitos novos e nunca mais os posso estrear. Não há direito. É por essas e por outras que é cada vez mais díficil distinguir as colecções Primavera/Verão das colecções Outono/Inverno. É tudo uma grande baralhada...

Meu querido São Pedro, uma chuvinha e uma descida de temperatura, please...

Ah e com calor não há vontade nenhuma de comer umas belas castanhas assadas não é verdade?

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Ai, meu rico carrinho!

Hoje de manhã, quando cheguei ao meu lindo carrinho, tive uma surpresa desagradável. O lado esquerdo do carro foi todo riscado possivelmente com uma chave. Vãndalos... Só tive vontade de chorar. Ninguém me ofereceu o carro, comprei-o com o esfprço do meu trabalho. O que é que ganham com estes actos? Que benefício é que retiram dos estragos que fazem aos bens das pessoas? Fiquei completamente possessa. O meu carrinho tão lindo...

domingo, 27 de setembro de 2009

E pronto...



E assim estamos "condenados" a mais 4 anos do Sr. Engenheiro. Agora vamos ver o Governo que forma. No debate com Manuela Ferreira Leite, disse "governo novo, ministros novos". Será?
De todos os comentários que se foram ouvindo ao longo da noite, gostava de destacar Alberto João Jardim: "Portugal está sob um pesadelo. Isto significa que o país endoidou". Tem alguma razão, apesar de todos os protestos e manifestações, os insatisfeitos não eram assim tantos. Ou então esses fizeram parte dos 39,4 % que, mais uma vez, ficaram em casa. E venha mais umas eleições já que este ano andamos numa roda viva. Dia 11, lá estarei a escolher os meus autarcas.


sábado, 26 de setembro de 2009

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Mesmo sem stilettos




A cultura não nos traz só benefícios. Os meus pés ficaram neste estado deplorável depois de "correr" as salas todas da National Gallery de Whashington. E calçava umas sabrinas, imaginem se fossem uns stilettos?! Pés estropiados mas alma cheia. Felizmente, a poucos metros estava um jardim com este lago maravilhoso onde todos, americanos e turistas refrescavam os pés.
Eu nunca faria isso em Portugal mas "em Roma, sê romano". E que bem que soube...

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Utentes dos dias de hoje...

O trabalho com o público pode ser muito gratificante especialmente na área da saúde. Quando tudo corre bem, ouvimos coisas simpáticas e amorosas. Mas ainda hoje é terça feira e eu já estou a ficar farta de pessoas... Muito movimento, pessoas muito mal educadas, mal formadas, sem o mínimo respeito pelos outros e isso deixa-me sempre de rastos. Por outro lado, no exacto momento em que escrevia este post, atendi um telefonema de uma utente que terminou dizem que eu era um amor... E é por essas pessoas que eu me continuo a levantar e a vir trabalhar com paixão e dedicação. As pessoas simpáticas, atenciosas e compreensivas conseguem apagar os comentários desagradáveis das pessoas que estão de mal com a vida.

domingo, 20 de setembro de 2009

Gripe A, vírus H1N1 (IV)

"Com sintomas de gripe fique em casa e ligue 808 24 24 24 ou contacte o seu médico. Reforce as medidas de higiene. Evite contagiar outros. Consulte www.dgs.pt"


Esta foi a sms que recebi da Direcção Geral de Saúde. Esta medida do envio de sms como medida preventiva da transmissão da gripe A merece alguns comentários. Primeiro que tudo, o dinheiro gasto podia bem ser aplicado noutras coisa, por exemplo, em mais doses de vacinas. Segundo, desperdiçaram uma sms com uma profissional de saúde que tem a obrigação de saber isto tudo melhor que qualquer outra pessoa. Terceiro, duvido que ainda exista algum português a quem esta mensagem ainda possa trazer alguma novidade, a não ser, claro, que não tenha televisão, não leia jornais, não oiça rádio nem saia de casa mas essa pessoa, provavelmente, também não teria telemóvel. Quarto, duvido que esta sms previna seja o que for, é que quando uma mensagem é transmitida, como esta, até à exaustão deixa de ser ouvida, já ninguém lhe liga. Sendo assim, esta medida parece-me totalmente descabida. A Direcção Geral de Saúde podia-se entreter com outras coisas muito mais necessárias e importantes.

sábado, 19 de setembro de 2009

Que saudades!


Hoje tivemos convidados para jantar e aproveitámos para mostrar as fotos das férias. Em conversa apercebi-me que tinha ficado tanto para ver. E que saudades de Central Park, das Cataratas do Niágara... Durante meses, planeamos as viagens e depois passa tudo num piscar de olhos. Ainda nem bem chegámos e já está na hora de partir. Para trás ficaram os célebres museus de Manhathan que já não consegui visitar, as lojas em que não entrei e também não cheguei a ir ver o local aonde se erguia o World Trade Center. Este ano as imagens do 11 de Setembro impressionaram-me mais que nos anos anteriores. Dantes as imagens pouco me diziam (fora as mortes que o atentado provocou) mas agora que andei por aquelas ruas, olhei para aqueles arranha-cés, o sentimento é muito diferente. Já não é só um acontecimento de uma terra distante, eu andei por lá e isso faz toda a diferença. Que saudades das minhas férias... Aonde irei no próximo ano?

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Outono/Inverno

Já começam a aparecer as novidades para a próxima estação. Não tenho tido muito tempo mas já fui dando uma vista de olhos às lojas cá do sítio. No que diz respeito à roupa, há algumas peças interessantes mas os sapatos são muito, muito estranhos. Acho que este ano vou gastar poucos euros em sapatinhos. E ainda por cima os "stilettos" parecem estar em vias de extinção...

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

A minha participação na BlogGincana

Quando descobri a BlogGincana, achei piada em participar porque sempre gostei destas coisas de gincanas, rallypapers e outras que tais. As tarefas já começaram e graças a elas já descobri novos blogues e também tenho tido muitas visitas e comentários muito simpáticos. Infelizmente, esta semana não tenho tido muito tempo para blogar e ainda não pude retribuir esta simpatia convenientemente. E é por isso que me estou a penitenciar e a agradecer desde já todos os comentários dos outros participantes na BlogGincana.

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Gato Fedorento esmiuça os sufrágios


A campanha para as eleições legislativas tem sido refrescada por este programa televisivo. Sem dúvida, uma inovação, pôr os políticos a rirem-se de si mesmos. Já transmitiram dois programas, com José Sócrates e Manuela Ferreira Leite. Nunca pensei que a líder da oposição fosse lá mas fiquei agradavelmente surpreendida. Ela chegou bem para o atrevimento do Ricardo Araújo Pereira. As audiências da Sic, pelo menos durante meia hora, agradecem. Vou tentar ir seguindo o desempenho dos outros intervenientes da política nacional.

terça-feira, 15 de setembro de 2009

BlogGincana - 1ª Tarefa




Devido ao elevado número de inscritos tornava-se muito difícil visitar todos os sites inscritos para esta primeira tarefa. Sendo assim escolhi dois blogues que já conheço e, após visitar alguns cujo nome me chamou a atenção, decidi destacar mais um que descobri pela primeira vez. Prometo tentar visitar todos os blogues inscritos antes da gincana terminar.

Blue eyes - Já conheço este blog e faz parte das minhas leituras habituais. Este blog agrada-me porque gosto da maneira como a sua autora expõe os seus problemas, as peripécias da sua vida e identifico-me muito com alguns dos seus posts. Para além disso, simpatizo com esta blogger porque, quando faz comentários no meu blog, são sempre comentários profundos e simpáticos.


Entremares - Visito este blog há pouco tempo mas não me lembro bem como o descobri. Parece-me que vi o link nalgum outro blog e como o nome me chamou a atenção fui visitá-lo. Foi uma agradável surpresa, os textos que o seu autor publica são espectaculares. Escusado dizer que fiquei fã. As suas histórias conseguem prender-nos até ao fim e o final é quase sempre surpreendente.



Menina do mar - Este blogue visitei pela primeira vez e, de entre os que consegui visitar, escolhi destacar este porque me senti tocada pelos seus textos poéticos e pelas imagens que a sua autora escolhe para ilustrar as suas palavras. Parece-me que vou passar por lá mais vezes até porque, daquilo que pude ver, um dos seus temas preferidos é o mar e essa é uma das minhas paisagens preferidas. O mar transmite-me sempre uma grande paz.

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Gripe Sazonal

Amanhã começa mais uma época de muito trabalho lá no meu emprego, a corrida às vacinas contra a gripe. Desde o ano passado que são também administradas nas farmácias. Esta medida tem a vantagem de manter intacta a cadeia do frio mas aumenta muito o fluxo de trabalho. Estes primeiros dias vão ser duros. É melhor não pensar muito nisso senão começo já a ficar cansada.

domingo, 13 de setembro de 2009

Nas tuas margens...

O blog Nas tuas margens... inicia, hoje, a publicação de histórias de ficção. Aguardo as vossas visitas e opiniões.

Pesquisas...

Quando analiso, no site meter, as pesquisas que vêm parar aqui ao blog apercebo-me que muita gente pesquisa a frase "é possível ser feliz". Tenho ficado na dúvida se procuram mesmo este blog ou se há assim tantas pessoas que se questionam se é possível ser feliz mesmo no meio das maiores contrariedades.

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

A saga de Caster Semenya

O Jorge Soares, do O que é o jantar?, na sequência de um comentário que fiz no seu post Caster Semenya, o que define que alguém é uma mulher?, teve a simpatia de me enviar o link para esta notícia do Público. Não posso deixar de sentir compaixão por este ser humano, seja homem ou mulher. Caster Semenya tem identidade feminina mas, tendo em conta os resultados destes testes, de certeza que já tinha percebido que era uma mulher diferente. Imagino que ao longo da vida não se tenha sentido muito bem na sua pele. Mesmo assim, Casper consegue encontrar o seu lugar na sociedade, destaca-se no atletismo, representa o seu país e conquista uma medalha de ouro. A alegria desta conquista é manchada por estes exames, este esmiuçar da sua privacidade e agora por todo o mundo se fala da sua condição de pseudo-hermafrodita e dizem que é uma mulher mas não a 100% mas também não é um homem já que os orgãos exteriores e a identidade é feminina. Para além desta devassa da sua vida privada ainda a fazem posar para uma revista com um visual que, de certeza, não seria o que ela escolheria. Percebe-se perfeitamente que ela está a representar um papel que não é o seu. Será que já alguém pensou o sofrimento que toda esta situação lhe causa a ela e a toda a sua família? Espero que ela conserve a medalha e que possa encontrar o seu lugar no atletismo. Seja homem ou mulher, é um ser humano com sentimentos...

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Política

E agora, até dia 11 de Outubro, não se fala de outra coisa que não sejam as eleições. Comícios, debates, conferências, cartazes e hoje até recebi uma "carta" do actual presidente da Câmara do meu concelho. Três eleições num ano é dose... O problema é perceber qual será a melhor opção para o país já que tenho tido dificuldade em perceber as propostas de cada partido. É que o "ruído" que os políticos têm feito a acusarem-se mutuamente é tanto que se torna complicado em ouvir mais alguma coisa para além disso. E depois vão acontecendo umas coisas para nos distrairem como a "novela" da Manuela Moura Guedes e a ida de Manuela Ferreira Leite à Madeira... Afinal aonde é que eu hei-de pôr a cruzinha?!

terça-feira, 8 de setembro de 2009

O jantar de ontem

Quando alguém nos faz um saboroso jantar, no fim de um dia de trabalho intenso (o primeiro depois das férias) isso é amor, sem a menor sombra de dúvida...

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Siesta à Portuguesa

Hoje comecei a trabalhar com um novo horário. Como as farmácias têm que estar abertas 55 horas por semana e os funcionários só devem trabalhar 40 horas semanais, os horários tiveram que ser reorganizados. Primeiro experimentou-se entrar às 11 h, almoçar das 14 às 15 e sair às 20 h (e nas outras semanas o normal horário das 9 às 13 e das 15 às 19). No entanto apercebemo-nos que o fluxo de utentes era enorme às 9 da manhã e que não era viável a equipa ser mais reduzida de manhã. Como tal resolvemos experimentar uma hora de almoço mais alargada em vez de uma entrada mais tardia. Na minha opinião até funcionei melhor assim. Sempre me senti mais produtiva de manhã, a seguir ao almoço fico sempre muito sonolenta principalmente no Verão (abençoada siesta dos espanhóis, bem que se podia adoptar por aqui). Até acho que o dia, hoje, correu lindamente. Talvez também tenha ajudado ter ido a casa à hora do almoço e namorado um bocadinho. Qualquer dia experimento dormir a sesta. Só fico à espera que o resto da semana também seja boa.

domingo, 6 de setembro de 2009

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

A 24 dias...

A julgar pelas entrevistas, debates, intervenções e pela confusão da TVI fico com a ideia que o país está metido numa grande embrulhada. Mais uma vez a verdadeira vencedora será a abstenção. Com estes políticos não dá grande vontade de votar...

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Entrevista a José Socrates

E que tal a última pergunta que Judite de Sousa fez ontem ao Primeiro -Ministro? O que é que ele achava de ter sido considerado um dos homens mais sexys do país e da Europa. Pergunta gira e resposta politicamente correcta, disse que não era vaidoso, só se preocupava em aparecer "arranjadinho" e que só era vaidoso com os filhos. Terá sido sincero?!

terça-feira, 1 de setembro de 2009

8-1

Agora só espero que o SLB não tenha gasto os golos todos, para a época, neste jogo.

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Adenda ao post anterior

Só agora reparei que já é segunda-feira...

Trabalho

"O trabalho enobrece a alma"

Não faço ideia a quem pertence esta frase. Que o trabalho enobreça ainda vá mas trabalhar ao domingo não me faz sentir nada nobre. Embora até esteja aqui para ajudar a melhorar a vida das pessoas principalmente no que diz respeito à saúde. Bom, pensando bem, talvez o autor daquele frase até esteja certo...

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Pára arranca, pára arranca...

Eu já não gosto muito de conduzir mas é uma boa maneira de me deslocar por isso lá vou dando um jeito. Mas o que eu detesto mesmo é estar num engarrafamento, o pára arranca dá cabo de mim! Se viessem buscar de helicóptero é que era bom. Não há por aí ninguém para passar por aqui? Dava-me um jeitão.

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Cada vez mais... é possível ser feliz...

Durante a minha viagem aos Estados Unidos, fiz uma viagem de ferry boat de Manhattan até Staten Island. A dada altura encostei-me à amurada do barco e olhei para a cidade...

segui com o olhar o rasto que o ferry deixava na água. Fiquei ali só eu, o céu, o rio e Manhattan ao fundo. Naquelas águas vi, de relance, a minha vida reflectida, vi tudo o que já tinha vivido e de como a vida me tinha encaminhado até àquele momento mágico. Como eu precisei de chorar, desesperar-me, sofrer para agora poder desfrutar em pleno dos momentos maravilhosos que a vida me tem oferecido. Depois olhei para trás, cruzei o olhar com o meu amor e nesse momento sublime senti uma felicidade profunda...

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Gripe A, virús H1N1 (III)

Hoje, quando vinha para o trabalho, surgiu-me uma dúvida. Alguém consegue ler os outdoors da gripe enquanto conduz? E tira daí alguma informação nova e válida? ...

Parece que os cartazes nem sairam caros já que foram elaborados pelo Ministério da Saúde e parece-me que o espaço foi cedido pelos proprietários gratuitamente. Até aí muito bem mas, na minha opinião, haveria medidas mais interessantes como por exemplo disponibilizar, em todos os serviços públicos, lenços de papel descartáveis e desinfectante para as mãos. Mas enfim, a Sra Ministra lá saberá, deve ser eu que tenho mau feitio.

sábado, 22 de agosto de 2009

Curiosidades da natureza

Este sábado andei pelo campo. Vou passar parte do fim de semana numa simpática e pacata aldeia do Ribatejo. Esta imagem foi tirada debaixo das raízes de uma árvore. Nesta rua há várias árvores que sobrevivem quase sem terra nas raízes. Impressionante força da natureza...

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

"Chegou a tua hora" de Karen Rose

Já há muito tempo que um livro não me prendia tanto. Na verdade não tenho lido muitos livros policiais nos últimos anos. Quando era miúda li todos os livros da Agatha Christie que havia na biblioteca lá da terra. Adorei este livro que me manteve acordada, e assustada, 2 ou 3 dias. A história desenrola-se à volta de incêndios urbanos associados a assassínios com requintes de malvadez acompanhados de violações. Os crimes são investigados por uma detective (Mia) da Brigada de Homícidios e ao mesmo tempo por um investigador da Brigada de Incêndios (Reed). Mesmo no meio de tanta morte e imagens devastadoras, o amor também pode surgir. Recomendo...

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Acontecimentos inacreditáveis

Uma jovem é violada por volta das 20 horas. Decide apresentar queixa. Vai à polícia. É acompanhada ao hospital para ser examinada pelo perito do Instituto de Medicina Legal. E espera, espera... até ser informada que, no mês de Agosto, o perito não faz serviço nocturno. A solução? Esperar até à manhã seguinte sem poder tomar banho, lavar os dentes ou beber água sequer, para não contaminar ou eliminar provas. É ou não é inacreditável? Como é que a tutela permite uma coisa destas e não arranja uma solução? O trauma que ela sofreu não foi suficiente?! Parece que há poucos peritos principalmente neste período de férias. É natural já que, é óbvio, que as pessoas têm que ir de férias mas não se podia arranjar maneira de estas coisas não acontecerem? É que a violência não foi de férias!

Triste

Hoje tinha pensado em contar mais alguns pormenores das minhas férias mas não consigo. Tenho o coração apertado. O mais difícil de um relacionamento é conseguirmos sentir o que o outro sente e não pensarmos só nos nossos próprios sentimentos. Não é fácil viver a dois mas é tão mais enriquecedor do que viver solitária.

terça-feira, 18 de agosto de 2009

De volta ao trabalho

E para primeiro dia até não correu mal. As colegas fizeram uma recepção calorosa e alguns dos clientes "especiais" já passaram por lá. Ao fim de umas quantas horas de trabalho ainda tive força para ir às compras. Acabei o dia com uma exfoliação aos pés seguida de um creme hidratante. Os pézinhos da Stiletto agradecem...

domingo, 16 de agosto de 2009

E já se acabaram...

E com um gelado à beira mar lá se acabam as férias. Daqui por 10 horas e meia volto ao trabalho. Oh que saudades que eu já tenho das férias! Que dia duro vou ter amanhã... Lá vou eu voltar às aspirinas!

sábado, 15 de agosto de 2009

Gripe A, vírus H1N1 (II)

Facto nº1- Algumas crianças adoecem com gripe A
Facto nº2 - Uma mãe, em desespero imagino eu, terá dito: «Contagiaram a minha filha, vou contagiar as outras também»
Facto nº3 - A ministra da saúde sabe deste caso e fala dele na comunicação social bem como de casos em que pessoas com suspeita de gripe se recusam a usar máscaras. Ana Jorge chama-lhes comportamentos anti-sociais.
Facto nº4 - O Procurador Geral da República diz que os centros de saúde devem denunciar estas pessoas.
Facto nº5 - Os centros de saúde em questão dizem que não denunciam ninguém.

Na minha opinião, e em relação à mãe, parece-me que não se deve dar demasiada importância aquilo que uma mãe diz quando está desesperada porque a filha está doente. Por outro lado, os profissionais de saúde estão obrigados a sigilo profissional logo até entendo porque é que os centros de saúde não queiram denunciar ninguém. Ainda gostava é de saber, se dão assim tanta importância ao sigilo profissional como é que isto chegou à ministra e consequentemente à comunicação social. É um mistério...É óbvio que os profissionais de saúde devem alertar as pessoas para não apresentarem este tipo de comportamentos mas, se calhar, a Procuradoria Geral da República deve ter coisas mais importantes para se preocupar.

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

"Marley e Eu" no avião

Já disse por aqui que viajar de avião me deixa um bocadinho ansiosa. E desta vez mais ainda por nunca ter ido tão longe. Assim tive que pensar numas estratégias para passar o tempo. Para começar levei logo dois livros na bagagem de mão mas quando me cansei de ler fiz uma pesquisa nos filmes que a companhia de avião disponibilizava. Optei por este "Marley e Eu". Adorei e comovi-me muito no final com direito a lágrima no canto do olho e tudo. Como um animal de estimação pode influenciar a vida de um casal e tornar-se num membro da família. Aconselho vivamente principalmente se gostarem de animais. A ver...

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Stiletto por terras do tio Sam







Estes últimos dias foram muito intensos... Muita coisa para ver, muito pouco tempo e mesmo assim muita coisa para contar. Um dos primeiros privilégios foi ficar, nas noites novaiorquinas num hotel na zona da Broadway. Logo no primeiro dia andei meia dúzia de metros numa das zonas mais animadas e luminosas de Nova Iorque, Times Square. Mais um esforço (estava de rastos com a diferença horária) e cheguei a Central Park ao entardecer. Um local fabuloso, parece um pedaço de campo no meio do reboliço de Manhattan. Achei extraordinário estar ali e quase não dar pela cidade, não fossem os arranha-céus aparecerem por detrás das árvores. Ao entardecer é muito giro ver pessoas a correr, andar de bicicleta, famílias que passeiam com as crianças, executivos que atravessam o parque possivelmente para irem para casa, jovens a jogar baseball... uma sorte acabar o dia assim.

Outro momento especial é estar perto das Cataratas do Niagara, ouvir e ver aquela obra da Criação, a água que dá vida mas capaz de vibrar com uma força esmagadora. É indescritível a sensação das gotícolas de água das Cataratas que nos vão caindo assim naquela zona e a magia das Cataratas iluminadas quando anoitece.
A incursão ao Canadá correu de um modo atribulado mas mesmo assim permitiu conhecer uma cidadezinha lindíssima, Niagara on the Lake, e subir à Torre de Toronto e abarcar de lá toda a cidade iluminada.
A capital parece uma cidade muito tranquila em comparação com Nova Iorque. Estive à porta do presidente Barak Obama mas, infelizmente, a Michelle Obama não teve a gentileza de me convidar para um chá...Por lá consegui visitar alguns museus como por exemplo a National Gallery onde encontrei quadros fabulosos e de molhar os pés numa fonte, o calor era insuportável.
Pelo caminho de volta a Nova Iorque, houve tempo para uma curta visita ao berço dos EUA como nação onde me comovi com a história do Sino da Liberdade (contarei noutra oportunidade).
Os últimos dias em Nova Iorque oram uma loucura. Para se conhecer Nova Iorque são precisas muitas semanas...Andei pelo Macy's, pela 5ª Avenida, pelo Rockfeller Center, vi a Estátua da Liberdade ao longe, subi ao Empire State Building mas o que eu mais gostei foi da viagem de ferry e ver o pôr do sol em Manhattan a partir do rio Hudson e depois no regresso, já de noite, olhar para as luzes de Manhattan a partir de Brooklin e atravessar a ponte Manhattan, ao som de "New York, New York" de Frank Sinatra com os olhos postos na cidade que nunca dorme.
Esta foi, sem dúvida, uma viagem especial. Dará ainda para mais uns posts...
Se tiverem curiosidade em descobrir mais imagens podem ir aqui

Também poderá gostar de

Related Posts with Thumbnails