segunda-feira, 17 de dezembro de 2007

A minha vida, neste momento, está muito diferente daquilo que eu sonhei que seria nesta altura. Os meus sonhos sempre foram muito singelos. Sonhei com um amor arrebatador mas duradouro, sonhei ter filhos, vê-los crescer e, um dia, envelhecer de mãos dadas com esse amor arrebatador. Sonhei, enfim, com uma família feliz. Hoje, a minha vida está completamente afastada desses planos ingénuos. Sou infeliz? Não. Deixei de sonhar? Não. Sinto-me sozinha? Devo confessar que, às vezes, me sinto só. Sinto que voltei a ser a adolescente sonhadora que fui e isso preocupa-me. Se viver muito nas nuvens vou deixar a vida real passar ao lado. Quanto maior for o castelo que o meu sonho construir maior será a queda quando descobrir que a realidade não é bem igual ao sonho. Gostava de viver a vida de um modo sereno, aguardando pacientemente o que o futuro me reserva mas tenho pressa de conhecer esse futuro. O que estará para além da curva do tempo? O que se esconde atrás dessas portas fechadas? Para onde a vida me leva?

1 comentário:

Sofia disse...

Com pressa não vamos a lado nenhum e olha... faz como eu: quando começares a pensar nessas coisas, canta! Ou vai fazer outra coisa qualquer que de distraia! Há pensamentos que precisam de estar longe para que tudo resulte como nós queremos (e precisamos).

E obrigada pelos comentários, minha querida. Às vezes tenho a sensação parecemos a mesma pessoa a falar.
Um excelente ano para ti!

Também poderá gostar de

Related Posts with Thumbnails