quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

Estar sozinho




Aqui há dias recebi um daqueles emails com um anexo em powerpoint. Muitas vezes esses emails são todos iguais, dizem todos mais ou menos o mesmo, não trazem nada de novo à minha vida mas desta vez foi diferente. Era uma reflexão sobre "estar sozinho" e li palavras que traduziam, exactamente, aquilo que eu tenho pensado nos últimos 15 meses:



"Todas as pessoas deveriam ficar sozinhas de vez em quando, para estabelecer um diálogo interno e descobrir sua força pessoal."



"Na solidão, o indivíduo entende que a harmonia e a paz de espírito só podem ser encontradas dentro dele mesmo, e não a partir do outro. Ao perceber isso, ele se torna menos crítico e mais compreensivo quanto às diferenças, respeitando a maneira de ser de cada um."



"A nova forma de amor, ou mais amor, tem nova feição e significado. Visa à aproximação de dois inteiros, e não a união de duas metades. E ela só é possível para aqueles que conseguirem trabalhar sua individualidade. Quanto mais o indivíduo for competente para viver sozinho, mais preparado estará para uma boa relação afetiva.
A solidão é boa, ficar sozinho não é vergonhoso. Ao contrário, dá dignidade à pessoa."



"As boas relações afetivas são óptimas, são muito parecidas com o ficar sozinho, ninguém exige nada de ninguém e ambos crescem. Relações de dominação e de concessões exageradas são coisas do século passado. Cada cérebro é único. Nosso modo de pensar e agir não serve de referência para avaliar ninguém."




E é isto mesmo que eu tenho feito, tenho tentado descobrir a minha força interior, tenho tentado encontrar a harmonia e a paz de espírito. Agora só falta encontrar o outro, tão inteiro como eu e amar desta maneira, sem dominações, nem dependências nem concessões exageradas, enfim amar de maneira saudável...

6 comentários:

eu.e.tu.à.procura.de.nos.2 disse...

É bem verdade, e estou a sentir isso! Temos que estar sozinhos, para nos descobrirmos! Ou só nos iremos conhecer como somos para, e com, os outros!
Custa, mas felizmente estou a gostar cada vez mais*

Å®t Øf £övë disse...

Stiletto,
As pessoas têm medo de ficar sozinhas, em solidão. Por isso é que as relações de dominação e de concessões exageradas continuam a existir. A maioria das pessoas não consegiui ainda perceber que a solidão é boa, e ficar sozinho não é vergonhoso. Pelo contrário, dá-nos dignidade.
Bjs.

PAH, nã sei! disse...

engraçado como me (re)vejo nestes últimos posts ... :)

qual fases por que temos que passar... resignar, aceitar, aprender, descobrir...

finais felizes não existem... mas quase ;)

crocodilo escarlate disse...

gosto de estar sozinho, até acho que já só sei estar sozinho... e sei que vai ser complicado alguma Mulher me conseguir tirar deste estado, o que é bom porque, se alguma Mulher o conseguir, é porque é uma Mulher mesmo especial, e é exactamente essa Mulher que eu quero...

crocodilo escarlate disse...

outra coisa... quando entrei no teu blog estavam a tocar os Plain White T's, e gostei, achei boa ideia, ao inicio pensei que fosse uma escolha tua, mas descobri que é a radio comercial... isto não é uma sugestão, não estou a tentar mudar nada, estou só a dar uma informação, a música acabou, e começou a conversa, os anúncios... estava a tentar ler-te, mas essas conversas obrigaram-me a recomeçar 2x, até que tirei o som, para te dar toda a atenção...

Julio Cesar disse...

Olá...seguindo a valsa cheguei ao blog...

perfeito o post.
Melhor o final, encontrar o outro, ambos inteiro.
há um tempo que me vi sozinho e passei por esses protocolos...e encontros...comigo mesmo. Duro no início....ótimo hoje. Fiquei fortalecido a ponto de poder sair de outro relacionamento sem ficar ferido, perdido ou sem pedaços (que é pior que ficar em pedaços, não?)
vou voltar com mais tempo e calma...e 'passear' por aqui, não sozinho...desculpe, mas em tua companhia. Afinal, este é o 'pedaço' publico até para quem está sozinho.
bj
boa sexta.
julio
ja estou seguindo.

Também poderá gostar de

Related Posts with Thumbnails