quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Troca velho por novo


Ontem a meio da tarde, quando nada fazia prever, desatou a chover a cântaros. A nossa farmácia tem um suporte de chapéus de chuva bem giro (patrocinado por um analgésico bem conhecido). Tendo em conta que a farmácia foi remodelada, e está bem catita, não dá jeito nenhum que as pessoas entrem com os chapéus a pingar até ao balcão. Até aí tudo muito bem... O que não está nada bem é haver pessoas distraídas que, quando saem, pegam numa bela sombrinha, que não lhes pertence mas que está em melhor estado do que a que traziam, se vá embora alegremente e deixe um chapéu de chuva velho e até com varetas partidas. O burburinho que se gerou quando a legítima proprietária deu pela troca foi um bocadito desagradável. Ainda por cima, hoje em dia, não há necessidade nenhuma disso com tanta gente a vender artigos desses. Ainda no outro dia, quando saí do teatro e estava a chover imenso, apareceram logo três "comerciantes" de rua a tentar vender um chapeuzito a quem saia do Teatro Nacional D. Maria II. Grande oportunidade de negócio...


4 comentários:

Mie disse...

E a crise ... ahahaha
Que mau, tambem ficava lixada se me fizessem isso.

Capricho disse...

Pois, mas um guarda-chuva novo custa dinheiro, e a vida está dificil para muitas pessoas :(

Desculpe a intromissão.
Beijinhos :)

blue eyes disse...

Pois eu ficava passada mesmo que me trocassem o meu guarda-chuva velho e a cair de maduro. Não é de qualidade, mas gostei dele desde que o vi na loja, e a minha mãe comprou-o por 3€. É tão simples, mas é o meu guarda-chuva. Eu não mexo e não cobiço os outros, por isso, espero que o meu seja mantido quieto onde eu o deixar.

Dama das Camélias disse...

Eu ficava virada do avesso se me fizessem isso!
" Não faças aos outros o que não gostavas que te fizessem a ti."

É preciso ter lata!!!

Também poderá gostar de

Related Posts with Thumbnails