domingo, 23 de janeiro de 2011

Afinal quem venceu?!



Estes são os resultados da freguesia onde estou recenseada. Não é muito diferente dos resultados nacionais. A abstenção foi, até, superior à média nacional (53,38%). Aqui na minha freguesia houve 7 240 pessoas que não expressaram a sua opinião através do voto. No país foram 5.135.968 os que não exerceram o seu dever. Haverá quem queira culpar os problemas informáticos como justificação para este nível de abstenção mas a verdade é que os portugueses cada vez se interessam menos pelos actos eleitorais. Se se interessassem, esta questão do cartão do cidadão e das alterações nos cadernos eleitorais não se punha. A maioria dos eleitores que tiveram problemas hoje já deviam saber que, se tinham mudado de residência, teriam que investigar, atempadamente, qual o número de eleitor e onde seria a mesa de voto respectiva. Ou então, essa informação devia ser fornecida quando as pessoas fazem o cartão do cidadão. Não sendo não restava outra hipótese senão prevenirem as situações que se passaram hoje. Eu, ainda, não tenho cartão do cidadão logo votei com o ultrapassado cartão do eleitor no local de sempre. Vou ter muita pena quando deixar de usar o cartão de eleitor já que foi com grande emoção que me recenseei, recebi o cartãozinho e votei pela primeira vez.

2 comentários:

Sofia disse...

Olá!
Não foi um resultado muito surpreendente, talvez mais a elevada abstenção, a mais elevada de sempre em eleições presidenciais...
Beijinhos,
Sofia

guida disse...

Acho que o voto é um dever do cidadão; no entanto vejo muito descontentamento :(

Também poderá gostar de

Related Posts with Thumbnails