quarta-feira, 30 de março de 2011

Os anos 80 estão na Moda

Os anos 80 estão na moda, definitivamente. Depois do sucesso da "Caderneta de cromos" do Nuno Markl, que conta com 179.030 no Facebook, a TVI aposta numa novela, "Anjo Meu" , cuja acção se passa, inicialmente, no pós 25 de Abril desenrolando-se posteriormente nos anos 80. Embora as novelas da TVI não façam parte da minha programação preferida, actualmente, fiquei curiosa quando vi uma entrevista da jovem actriz Sofia Arruda, a filha do meio da série "SuperPai", dizer que estava a gravar uma novela de época que se passava nos anos 80. Para mim, a década de 80 parece-me ainda tão viva na memória que me custa a acreditar que haja alguém que considere já essa época como histórica.

Já outro dia tinha visto um bocadinho da tal novela mas hoje vi o episódio quase todo. O guarda-roupa e a caracterização estão muito engraçados. Quase todas as personagens femininas têm belas cabeleiras permanentadas e as roupas são, realmente, muito giras. Ainda vamos voltar a usar enchumaços e permanentes cheias de caracóis.

4 comentários:

Jorge Freitas Soares disse...

Eu não vejo as novelas de que falas.. mas também tenho belas recordações da década de 80... que vou para sempre recordar como a que mais vivi... foi a época da minha adolescência.. em que aprece que tinha tempo para tudo e para todos.

Jorge

Trivia disse...

OS enchumaços não me importo que voltem mas deixem lá as permanentes nos anos 80. A telenovela está engraçada e gosto do guarda-roupa mas, mesmo assim, são sempre muito parecidas, os temas gerais passam sempre pelo mesmo. Quando era mais nova ainda gostava de ver as telenovelas brasileiras, ao menos não imitavam tanto.

blue eyes disse...

Vamos fazer uma petição para pedir que voltem os anos 80... com a música, as matinés nas garagens, os posters nas paredes, as cassetes e os rádios com deck de gravação, as crianças a brincar nas ruas, a sujarem-se na areia junto dos prédios a construir, ou dos campos de cevada e batatais, a Famel Zundap e o capacete no braço do condutor e do pendura de cabelos ao vento, das caminhadas a pé por 3 kms, para ver os jogos de futebol dos clubes das terreolas, e ir gabar as pernas dos jogadores e barafustar com o árbitro, de saltar as fogueiras dos santos populares, dos discos de vinil a girar até riscar, das sandálias de plástico, dos encontros de amigos e das amizades verdadeiras e presenciais, das festas e romarias e dos carrinhos de choque, e de tantas outras coisas que hoje já ninguém dá importância, mas que eram tão mais suadáveis.
:)

Dama das Camélias disse...

Quando começa essa novela, é a hora em que a minha filha dorme e eu posso descansar muitas vezes sozinha no sofá, ando com um olho por aqui e o outro na novela... Gosto muito das roupas em expecial da Alexandra Lencastre, outras dá-me mesmo vontade de rir!
Mas sou apaixonada por casas e decoração, reparaste nas cores e no mobiliário? Achei muito engraçado. E na maior parte quando vejo novelas portuguesas gosto muito de reparar na "vivencia" das casas de cada personagem.

Realmente não foi assim à tanto tempo...

Também poderá gostar de

Related Posts with Thumbnails