quarta-feira, 4 de abril de 2012

Buongiorno, Portogallo

"Ecco il lago, annunziato da un soffio fresco. L' acqua ondeggia e mormora, sotto il vento. La luna s' alza impallidendo, appare e dispare tra i rami degli alberi. Si sente, a sinistra, la presenza dell´ acqua..." 
                 Gabriele D' Annunzio Da "I Taccuini" (1908)

Aqui está o lago, anunciado por uma brisa fresca. A água ondula e murmura ao vento. A lua nasce pálida, aparecendo e desparecendo, entre os ramos das árvores. Sente-se, à esquerda, a presença da água...


Lago Trasimeno

5 intensos dias depois, a escapadela até à Itália acabou. Sem dúvida, um país especial, em que a arte, seja a pintura, a escultura ou a poesia, nos surpreende a cada esquina, a cada curva ou desvio da estrada ou mesmo num átrio de um hotel.



Art Boston Hotel, Turim

Também houve oportunidade de dar um pulinho aos Alpes até à encantadora cidade francesa, Chamonix-Mont-Blanc. A foto não consegue transmitir a intensidade do brilho que emanava da neve quando os raios de sol incidiam sobre ela.

As peripécias foram mais que muitas, como por exemplo, a quantidade de vezes que nos perdemos mas já está tudo esquecido para ficarmos só com os bons momentos.

Um dos bons momentos foram as refeições. A primeira experiência foi logo com um dos mais populares pratos italianos por todo o mundo, pizza. Quando pedi uma pizza com mexilhões e outros frutos do mar não era bem isto que eu tinha em mente...

Quando cheguei à pizza propriamente dita já estava cheia mas estava óptima, não há dúvida.

Em Pisa também jantei num sítio óptimo mas não tenho comigo as imagens. Da ementa constavam todas as maneiras possíveis e imagináveis de comer pasta.

Como qualquer turista não resisti em tentar endireitar a Torre Pendiente de Pisa...
Torre de Pisa

A emoção foi muita quando cheguei a Assis, um sítio onde sempre desejei ir. São Francisco é um dos santos que mais admiro. Um local onde respira

Em frente à Igreja de São Francisco de Assis

Embora fosse importante para mim ir a Assis achei alguns edifícios demasiado grandiosos para simbolizarem São Francisco, um homem que viveu a sua vida, e a sua vocação, de maneira muito humilde.

E, para terminar, deixo a imagem mais difícil de obter, uma das belas casas da Toscana, fotografada a partir da auto-estrada, no carro em andamento.


Toscana

Seria mesmo possível ser feliz numa "casinha" destas...


Mais imagens desta road trip aqui

3 comentários:

Teclas disse...

Ah!, e eu que estava a pensar dar uma escapadela a Itália mais para o final do ano..preciso de dicas!! Tipo, onde ficaste, o que sugeres, o quer visitaset..pode ser?

Se puderes envia-me um mail para teclasmenta@gmail.com, pode ser?

bjsss

blue eyes disse...

Buono retorno a Portogallo!

Lol, é fácil alguém se perder em Itália. Pelo que me têm contado o trânsito é caótico, e as estradas são estreitas, e em muitas delas as curvas parecem serpentes todas em filas. Parece que as indicações dadas pelos italianos, são como as indicações dadas pelos portugueses, é já depois daquele monte ali ao fundo... sim e o monte que nunca mais acaba, ou depois do monte há uma imensidão de montes, e entretanto já alguém esta perdido numa estrada a meio da Itália.
Ai a comida... la pasta, dei pizza, il espresso, i gelatti... imagino o que uma viagem a Itália faz à linha de quem não quer engordar.
La Toscania é bellissima, pero il sud é anche bellissimo, insieme la costa... (espero estar a acertar... ainda sei tão pouco de italiano).

A Toscania é muito bonita, mas o sul junto à costa também o muito bonito. (traduzindo)

São todos os relatos, como o teu, dos vários recantos de Itália, que me fazem desejar por lá poisar e viver umas férias divinas.

:-)

maria disse...

Belo passeio :)

Não conheço Itália, mas aos poucos, aqui, vou conhecendo e ficando com muita vontade de visitar :)

Que pizza tão esquisita eheheh

Podias ser feliz naquela casinha, mas depois tinhas que falar italiano...e depois como é que te entendíamos aqui, hein?

Beijinho :)

Também poderá gostar de

Related Posts with Thumbnails